Arquivo da categoria: Poesia

Persistência

Em meio a embates e tormentas Eu não cesso de lutar. Recuos e investidas cruentas, Sigo firme a pelejar. Já sonhei com dias amenos, Doces prados, belos campos, Risos, calmarias, dengos E outros prazeres tantos. Mas a vida é de … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | Deixe um comentário

Persona

Eu sou o roqueiro no carnaval, Eu sou o gótico que toma sol Eu sou o nativista internacional, Sou nórdico, nipônico e espanhol. Eu sou o nerd que malha todo dia, Eu sou o prudente em meu radicalismo, Eu sou … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | Deixe um comentário

A Pretty Girl

A pretty girl is walking down the street. She does not noticed me But I could not make no notice of her Because the sun got brighter And the birds sung happier. Where is she now? Fábio V. Barreto

Publicado em Poesia | Marcado com | Deixe um comentário

Dreamland

A long ago I left that country On the way to the South. “Improvement”, “better life”, I thought, But all I’ve found Was a barbarian land Oh Lord, I miss my dreamland! Fábio V. Barreto

Publicado em Poesia | Marcado com | Deixe um comentário

¡Adelante!

Se me parecia claro el camino Pero ahora se me lo está oscuro. Cómo esto llegó a sucederse Para mí, es algo duro de comprenderse. Aquel destino magnífico… ¿Cómo no pudo sucederme a mí? Mi sueño ahora está roto, Mi … Continuar lendo

Publicado em Literatura, Poesia | Marcado com | Deixe um comentário

Nostalgia de España

España… ¡ cómo te hecho de menos! ¡Me recuerdo todos los días De la belleza y de la alegría De vivir en su seno! Las iglesias, catedrales, Viejas sendas de historia, Llenas de vida y memoria ¡Castillos memorables! Tierra de … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , | Deixe um comentário

The Sky and the Mirror

These clouds paints the sky Of lead. Down here, my soul is trying To be a mirror of above. So much angry, sadness, Delusion… emptyness… But God, my beloved ones And my heart Don’t let this stupidity takes place. Fábio … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com | Deixe um comentário